Mundo, mundano mundo.

Tudo é uma questão de escrever sem ter nada para dizer. Agora, arte mesmo é não dizer nada e escrever muito. Tipo eu, sujeito comum, péssimo bebedor de cerveja, opiniático e asqueroso. Tipo eu, aqui, bestando. Usando uma régua de cinquenta centímetros para coçar a frieira e pensando. Bestando. E pensando que tudo é uma questão de escrever sem ter nada prá dizer. De um tudo.

O pêncil da criação. Oswald escreveu...acho.

O pêncil da criação. Oswald escreveu…acho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s