UM LIBELO, UM PROTESTO, UMA TOMADA DE POSIÇÃO

Gazetier Cuirassé de Théveneau de Morande 2.

Gazetier Cuirassé de Théveneau de Morande

 

Negócio é o seguinte: queremos tratamento igual!

Por que não posso faturar os meus dez por cento nas obras, hein, hein? Por que não posso ter minhas empresas de fachada como qualquer outro crápula que se preze?

Por que ninguém tenta me corromper com propinas vultuosas e gostosíssimas prostitutas (ou prostitutos, depende do freguês ou da freguesa)?

Por que ninguém me puxa o saco com doçura, dizendo que sou o mais inteligente e criativo escritor/poeta/roteirista/pintor do Brasil, quiçá do mundo?

Por que não posso ter um juiz de direito só prá mim, coisa que qualquer milionariozinho mequetrefe por aí, tem prá dar e jogar fora?

Por que? Hein, hein…hein????

Negócio é o seguinte: se ninguém puder se dar bem é melhor então instaurar a moralidade no Brasil e ‘cabou!

Depois não digam que sou radical!

Anúncios

5 comentários em “UM LIBELO, UM PROTESTO, UMA TOMADA DE POSIÇÃO

    • Fato. A época atual se enquadra talvez naquela maldição chinesa: que possa você viver em um época interessante. É uma época onde a mediocridade sente que chegou a sua hora. Terá sido assim com as fogueiras da inquisição? A discussão de ideias substituída pelo grito, pelas preferências, pelo ódio gratuito. Também é um dos meus temores. E concordo com o amigo, pensar “é” a atitude mais radical. Agradeço o comentário. Sutil. Outro abraço.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s