ODE PARA A INCÔMODA INSÔNIA DE 06 DE MARÇO DE 2016

chiron-achilles_detail

Peripateticamente cru, meu país nem viaja.

Afunda, denso de mediocridade e ódios de chumbo.

E esta é uma postagem anã, carente de imagens e também crua.

Caso é o seguinte: não sofro. De maneira alguma.

Como meu feijão, não produzo nada de bom, nada de honesto. Nada de obras, primas, burguesas. Nenhum quadro, nenhum conto. Nenhum.

O Nó de Pescador não deve ser confundido com a Volta de Fateixa.

Ah, nem bordado.

Me comovo e quero comover.

Proponho: que tal significarmos, usarmos o Real, já que não podemos ser o Puro Aberto?

 

Jasão era filho do rei Éson e foi educado pelo centauro Quíron. E, não importa o que fez, as alturas a que chegou como Chief Executive Officer da empresa da família, terminou como errante, mendigando amendoim. Ou suicidou-se, ou foi castigado pelo Céu, alguma coisa assim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s