SOBRE O TEMPO E SOBRE TEMPOS

 

 

 

midas_s_daughter_by_radoslawsass-d84wwg1

Mida´s daughter – by Radoslawsass-d84wwg1SS / DeviantArt

 

 

deste mundo nada sei, sei nada não, sou o que nunca

Verdade verdadinha, nada atino sobre o tempo

Sei só que é escroto o tempo em cada canto,

E que a tarefa mais dileta que o tempo funda

É fazer minorar o tempo e o mundo e o pranto

 

Já não relembro mais Robertos Carlos, nem Gonzagas

Mas relembro que o tempo é um cu, caso acabado

Ou talvez seja só o tempo um consolo mal acomodado

Todo caso não está em nossas mãos, o tempo e o fado

 

E é sempre bom mandar o tempo, nosso namorado,

É sempre bom mandar o tempo, nosso amante, às favas.

 

 

Anúncios

2 comentários em “SOBRE O TEMPO E SOBRE TEMPOS

  1. Isso me lembrou a canção de Caetano, que eu particularmente adoro na voz de Maria Gadu: 🎶🎼tempo, tempo, tempo és um dos deuses mais lindos…🕝🎵🎶

    Curtir

    • Não tinha pensado nisto. Mas concordo que há uma concordância (concorda?). Afinal, o tempo é um animal estranho, um bibelô que não se acomoda em nossas mãos e talvez isto transpareça nos dois textos. E sim, também gosto imenso da Oração ao Tempo, de Caetano: “E quando eu tiver saído
      Para fora do teu círculo, Tempo, tempo, tempo, tempo, Não serei nem terás sido…”. Obrigado por me ler.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s